Visões Periféricas - Festival


Júri Oficial 2014

Fronteiras Imaginárias


Chico Diaz
Iniciou seus estudos artísticos no Colégio Souza Leão, no Rio de Janeiro, com o professor Carlos Wilson, que era professor de "O Tablado" de Maria Clara Machado, na época e até hoje referência no mundo do teatro e da interpretação para jovens. Dai a freqüentar "O Tablado” e seus excelentes professores (Louise Cardoso, Sura Berditchewsky, Milton Dobbin, entre outros) foi um pulo, ensaiando e convivendo com sua dramaturgia e filosofia. Juntou-se dai, a outros jovens para formar o "Manhas e Manias” grupo de scketches e linguagem circense que iria durante anos fomentar e rediscutir a linguagem do teatro infantil e inclusive ousar vôos no cenário adulto. Dele fizeram parte Débora Bloch, Andréa Beltrão, Pedro Cardoso, Jose Lavigne, entre outros. Enquanto isso formou-se em Arquitetura pela UFRJ. Foi fundador e um dos professores  do movimento ”Circo Voador”, no Arpoador e posteriormente na Lapa. Dai  em 1980, visto por Sergio Rezende em "Diante do Infinito" é convidado a participar do primeiro filme "O Sonho não acabou" em Brasília, iniciando a partir dai uma sólida carreira cinematográfica com mais de 40 títulos e vários prêmios nacionais e internacionais, nunca se distanciando do teatro e permanecendo na discussão artística.


 
Clementino Jr
Clementino Junior é mestrando em educação pela FFP-UERJ, bacharel em programação visual pela UFRJ e cineasta por vocação com 10 filmes no currículo, atuando como realizador desde 2000.
Também é professor de cinema em diversos projetos de inclusão audiovisual e criador do Cineclube Atlântico Negro, em atividade desde 2008. Foi presidente da ABDeC-RJ entre 2009 e 2011.


Visorama e Cinema da Gema


 Eliany Salvatierra Machado
Eliany Salvatierra Machado, doutora em Comunicação, professora do Departamento de Cinema e Vídeo na Universidade Federal Fluminense. Trabalha com formação de educadores em artes, Educomunicação e cinema. Pesquisadora no campo da estética e de imagens em movimento.
 


Sergio Rossini 
Diretor do documentário de longa metragem “Umbanda do Sol e da Lua” e dos curtas “TPM: Tensão Pré-Matrimonial”, “Encontro Marcado” e “Em nome do divino”. Há 20 anos trabalhando pela Indiana Produções, dirigiu as séries “Revista do Cinema Brasileiro”, “Curta TV” (TV Brasil); além de séries educativas para a faixa “Aprender a Empreender” do Canal Futura e os interprogramas “Cineminha” (Tv Ra Tim Bum), “Arte e Tecnologia” e “Oi Novos Brasis” (Oi Futuro). Foi assistente de direção da série educativa “Conhecendo o Brasil” (TVE); das séries de ficção “Mangueira: Amor Que Fica” e “Mangueira: Amor Quase Perfeito” (Canal Multishow e Canal Brasil); da premiada série “Um menino muito maluquinho” de Cesar Rodrigues (Tv Brasil) e do especial da Record “O Amor e a Morte”. É diretor de conteúdo nas séries “Hoje eu Desafio o Mundo sem Sair da Minha Casa” e “O Video Game no Brasil”, ambas para a Play Tv.
 
 
TUDOJUNTOEMISTURADO
Júri Internauta
 




© 2019 Visões Periféricas | Rivello/Menta