Sete são os dias da semana, as notas musicais, o número de cores do arco-íris. O cinema até hoje é chamado de “a sétima arte”. Se um segredo é guardado a sete chaves, o Visões Periféricas inova e nesta sétima edição mostra aquilo que não é segredo pra mais ninguém. Que a gente está aqui pra misturar, pra confundir o centro e a periferia e deixar voar a imaginação, feito pipa no ar, num céu cheio delas. Essa é a beleza do festival.

Em sete anos pulamos de 180 inscrições para 600 em 2013. O festival procurou sempre acompanhar esse crescimento e traduzir em seu formato as mudanças que percebíamos ano a ano. Geralmente as pessoas que trabalham com cinema iniciam sua trajetória pelo curta-metragem. É um momento onde se conhece muita gente nos festivais, onde todo mundo está aprendendo, dando os primeiros passos, onde se constroem relações que vão durar o resto da vida e pautar a geração seguinte de profissionais do audiovisual. É um momento de grande importância, então temos em mente que é preciso aproveitá-lo para promover o encontro entre jovens realizadores de diversas realidades, contribuir para forjar uma geração com respeito à diversidade cultural do tamanho do Brasil.

Cada realizador que passa pelo festival deixa sua história, sua marca em um caminho que é percorrido por muitos olhos e corações. Por ele passam filmes indígenas, quilombolas, de moradores das favelas, da área urbana e rural, das grandes e pequenas cidades, de diversos pontos do país e da região ibero-americana. O festival é um território de múltiplas estéticas e afetos. O audiovisual é o nosso meio, a educação o espaço do confronto e do encontro com a diferença. A tecnologia, uma ideia pra conectar pessoas e lugares. Há sete anos buscamos criar um “comum” que seja marcado pela diversidade.

Pra quem já chegou mais uma vez agradecemos a presença e simpatia. Pra quem tá chegando agora, damos alegres boas-vindas e quem ainda não chegou, estaremos sempre com a mente e coração abertos para recebê-los.

Agradecemos a todos e todas que ao longo desses anos nos ajudaram a fazer este festival: realizadores, equipe, patrocinadores e o público. Iniciamos esta 7ª edição preparados para mais 7!

Bom festival!!

© 2017 Visões Periféricas | Rivello/Menta